O Novo Capítulo de ziG: Aposentadoria e Casamento

May 06 2019





Isso não é um adeus.

Leo “ziGueira” Duarte quis deixar isso bem claro.

Isso não é um adeus.

Sim, ziGueira está se aposentando do cenário competitivo profissional de Rainbow 6 Siege. Mas ele não ficará longe do R6, nem de seus fãs. Na verdade, ele espera que sua nova carreira como streamer o aproxime ainda mais dos fãs que ele acumulou enquanto jogava pela nossa camisa nos últimos dois anos.

Ele adorou jogar no palco principal do Six Invitational no início deste ano. Ele amava rir e zoar com seus companheiros de equipe. Mas às vezes as coisas precisam mudar.

O gerente da equipe, Rafael "Rafa" Queiroz, sempre lembrará com carinho do tempo de ziG no time. Sua dedicação ao jogo. Sua determinação para vencer. E sua conexão com seus fãs. Entretanto Rafa disse a ziG que irá apoiá-lo, não importa o que aconteça. Ele não poderia estar mais feliz por ziG, enquanto aguarda para ver o próximo capítulo de sua vida e da sua carreira.

Por isso, nos despedimos do ziGueira como jogador profissional no nosso time. Mas nós não vamos agradecê-lo pelo tempo que tivemos com ele e nem nenhuma daquelas coisas que você costuma ver nesses tipos de anúncios. O ziGueira está se aposentando. Mas definitivamente não é um adeus.

[image loading]


Então, por que você está se aposentando?

Acabei de me casar em janeiro. Tem sido muito difícil estar em São Paulo, enquanto minha esposa, Anne, está a uma hora de avião. Ela fica sozinha em minha cidade natal, Petrópolis. Então isso me deixava triste às vezes. Eu estava um pouco cansado de estar longe dela. Eu quero ter um filho. Começar uma família. O esporte eletrônico estava me impedindo de fazer isso, por isso decidi me aposentar.


Eu me lembro de termos falado sobre suas tatuagens há um tempo atrás, e você falou muito sobre a Anne. Ela apoiava sua carreira no R6?

Ela sempre me apoiou muito. Mas você sabe, eu estava tão longe, ela chorava muito. Isso foi difícil para mim. Ela nunca me disse para parar de jogar, mas pela sua linguagem corporal… eu já conseguia saber como ela se sentia.


Agora que você está em casa com ela, quais são seus planos?

Agora que estou de volta, primeiro vou descansar um pouco. Jogar profissionalmente é difícil às vezes. Vou levar de três semanas a um mês para descansar. Então eu vou construir uma gaming room aqui, estou recebendo um novo PC para streamar. Isso é o que estou fazendo no momento.


Isso parece um ótimo plano!

Depois disso, podemos viajar um pouco. Ir à praia. Após isso, irei streamar. E é isso por hora. O mais importante é estarmos juntos. Estar em minha cidade natal, Petrópolis, é muito importante para mim.


Como você está se sentindo em se aposentar do cenário profissional de R6?

Eu estou realmente feliz. Estou em casa. Estou com a Anne e planejo continuar jogando na stream e também ajudar meus colegas de equipe no R6. É por isso que estou feliz. Ainda vou jogar R6, mas estarei em casa.


O que tem no R6 que faz você querer continuar jogando?

É um jogo muito bom e que eu realmente amo. Sou muito grato pelo R6. Me deu meu carro, minha casa, eu pude me casar. Isso é tudo por causa do R6, minha carreira. Talvez eu me torne um professor para outros jogadores que querem se tornar profissionais. Eu não sei o que vai acontecer agora, mas sei que vou jogar R6.


Quando você começou a jogar Rainbow Six?

Desde 2015, jogo há quatro anos.


Como você se envolveu com o cenário?

Eu comecei jogando Battlefield profissionalmente. Mas quando o R6 foi lançado, fui convidado a ir à Califórnia para testá-lo. Eu simplesmente adorei. Era um jogo muito legal. Voltei para o Brasil e comecei a jogar de imediato.


O que você gostou sobre o jogo?

É um jogo muito tático. Você tem que usar boas estratégias para ganhar uma partida. Tem que pensar muito, e pensar rápido. É por isso que eu amo esse jogo.


[image loading]


Qual momento que se destaca mais durante o seu tempo jogando na nossa equipe de R6?

Quando vencemos o Atlantic City [Pro League - Ano 3, Temporada 7]. Foi o melhor momento da minha carreira. Nós éramos campeões, o que foi muito legal. Esse foi o nosso objetivo na época, e nós alcançamos ele. Então foi um momento ótimo. Foi um tempo bom. Eu estava muito grato e feliz de representar a camisa da Team Liquid naquele campeonato.


Como foram os treinos que levaram a este momento? Como a equipe estava se sentindo?

Tivemos dificuldades para se classificar. As pessoas aqui no Brasil diziam que iríamos para a etapa mundial, mas que seríamos eliminados depois do primeiro jogo. Todo mundo estava dizendo isso. Então treinamos muito. Nós só queríamos calar a boca de todas as pessoas que estavam nos dizendo que não conseguiríamos. Esse foi o nosso combustível. Nós estávamos conectados pelo nosso desejo de vencer. Queríamos que eles se arrependessem dessas palavras.


Você sentiu que tinha muito a provar.

Depois que vencemos a primeira partida, dissemos: "Oh meu Deus!". Sabíamos que tínhamos que continuar jogando dessa maneira. E funcionou.


[image loading]

Por que você acha que vocês tinham tantos haters?

Eu acho que eles estavam com ciúmes, eu não sei. Nós temos a maior torcida do Brasil. As outras equipes estavam apenas com inveja. Eles queriam a multidão. Eles queriam o apoio que nós tínhamos.


Você gostaria de dizer alguma coisa para os fãs que apoiaram e seguiram você todos esses anos?

Sou grato por todos os momentos em que trabalhamos juntos e tivemos o apoio de nossos fãs. Mas isso não é um adeus. Eu ainda estarei no R6. Na verdade, eu estarei mais conectado com meus fãs do que nunca, nas streams, conversando na Twitch.


Fantástico. Você ficou muito tempo com seus companheiros de equipe, vivendo com eles e praticando com eles. Como você vai se sentir longe deles?

Vou sentir falta desses caras. Eu sinto falta deles já. Estou em casa há quase duas semanas. Somos totalmente conectados. Jogamos juntos, tomamos café da manhã e almoçamos juntos, fomos para a academia juntos. Tantas boas lembranças que tivemos... apenas ríamos... É uma boa energia que sentirei falta. São momentos que terei em minha mente toda a minha vida. Continuem apoiando os meninos!


[image loading]


Apesar de ziG deixar bem claro que ele não só continuará jogando Rainbow Six Siege, mas também irá interagir e se conectar com seus fãs mais do que nunca, ainda é uma grande mudança para Zig e sua equipe. Eles passavam todos os dias juntos. Praticando juntos. Comendo juntos. Melhorando juntos.

Conversamos com o nosso gerente do R6, Rafael "Rafa" Queiroz, não apenas sobre o impacto de ziG na equipe, mas sobre o impacto da ausência do ziG.

Por que você gosta de trabalhar com o ziG?

O ziG é o jogador de esports mais profissional com quem já trabalhei. Ele é um exemplo brilhante para outros jogadores tentarem seguir. Ele não é apenas um jogador muito dedicado, mas também um incrível influenciador. No lado pessoal, considero-o como um amigo, uma pessoa muito especial. Ele é honesto, apaixonado e extremamente engraçado. É impossível estar com o ziG e não se divertir.


Quais eram seus pontos fortes como jogador de R6?

O ziG é um jogador de equipe, e ele nunca jogou para si mesmo. Não importa o que a equipe precise, o ziG estava sempre disponível para ajudar. Além disso, ele é extremamente intenso, sempre motivando seus companheiros de equipe e como o jogador profissional mais experiente da equipe, ele também tomava decisões muito inteligentes e tem uma boa leitura do jogo e do time adversário durante uma partida.


Havia alguma coisa pela qual ele era conhecido no time?

Eu diria que se a equipe é o motor, o ziG é o combustível para esse motor. Quando ele está jogando bem, ele está motivado, e sua mente está boa, é impossível não ser contagiado por ele. Ele é um cara que trabalha pesado, aquele tipo de cara que está sempre levando o time ao limite, mostrando que ele quer ganhar mais do que tudo. Ele é um competidor nato.


[image loading]


Qua lembrança (fora do jogo) que você tem com o ziG que se destaca?

É impossível não ficar emocionado ao ver o ziG lidando com seus fãs. Várias vezes vi o ziG fazendo coisas boas para eles, ajudando alguns deles quando precisavam. Doando dinheiro, dizendo uma boa palavra, enviando teclados, mouses, fones de ouvido para aqueles que querem seguir o sonho de se tornar um jogador profissional e sempre tentando ser positivo para eles. É incrível ver tudo isso por trás dos bastidores e perceber que ser um bom ser humano é o mais importante de tudo para ele.


Algum momento em jogos/torneios?

Nosso título de Atlantic City foi a redenção para ele. Como ele é o jogador mais famoso da equipe, ele também é um grande alvo para os haters. Muitas vezes a sua habilidade de jogador profissional foi colocada em perspectiva de forma negativa por alguns fãs, mas o ziG sempre lutou muito para ser um campeão e as pessoas não sabem o quão importante ele é para toda a equipe. Vê-lo chorando, feliz e conquistando o título mais alto de sua carreira foi incrível.


Como você se sente sobre a aposentadoria dele?

Vai ser difícil não tê-lo conosco no cotidiano. Por outro lado, estou muito feliz por ele. Ele finalmente poderá estar com sua família e esposa. Estar longe deles machuca muito o ziG e sei que esta decisão não foi fácil de tomar. Quando ele veio até mim e disse que não queria mais jogar eu apenas disse: não se preocupe, eu vou apoiá-lo e tenho certeza que a equipe vai fazer isso também. Então, eu estou triste por não ter esse cara incrível conosco o tempo todo, mas também feliz por tudo que está prestes a acontecer em sua vida, sabendo que a Liquid e todos nós estaremos sempre em seu coração.






This is not goodbye.

Leo “ziGueira” Duarte wanted to make that very clear.

This isn’t a goodbye.

Yes, ziGueira is retiring from professional Rainbow 6 Siege. But he can’t stay away from R6. Or his fans. In fact, he hopes that his new streaming career will bring him even closer to the fans he’s accumulated while playing for us over the past two years.

He loved playing on the main stage at the Six Invitational earlier this year. He loved laughing and goofing off with his teammates. But sometimes things have to change.

The team’s manager, Rafael ”Rafa” Queiroz, will always look back fondly at ziG’s time on the team. His dedication to the game. His determination to win. And his connection to his fans. But Rafa told ziG he will support him no matter what. He couldn’t be happier for ziG as he looks forward to the next chapter in his life and career.

So we do say farewell to ziGueira as a professional player on our roster. But we won’t thank him for the time we had with him. None of that stuff you usually see in these kind of announcements. ziGueira is retiring. But it’s definitely not goodbye.

[image loading]


So, why are you retiring?

I just got married in January. It’s been very hard being in San Paulo, while my wife, Anne, is one hour by plane. She stays alone in my hometown, Petropolis. So that made me sad sometimes. I was a little tired of being away from her. I want to have a child. Start a family. Esports was blocking me from doing this. That’s why I decided to retire.


I remember us talking about your tattoos a while ago, and you spoke about Anne a lot. Was she supportive of your R6 career?

She always supported me a lot. But you could tell. I was just so far. She would cry a lot. That was hard for me. She never told me to stop playing, but her body language... I could just tell.


Now that you are home with her, what are your plans?

Now that I’m back, the first I’m going to rest a little bit. Playing professionally is hard sometimes. I’m going to take three weeks or a month to rest. Then I’m going to build a gaming room here. I’m getting a new PC for streaming. That’s what I’m doing now.


That sounds like a great plan!

After that, we may travel a little bit. Go to the beach. After that, I’ll stream. And that’s it for now. The most important thing is just being together. Being in my hometown, Petropolis, is important to me.


How are you feeling about retiring from professional R6?

I am really happy. I’m at home. I’m with Anne. And I’m planning to continue playing by streaming, and help my teammates in R6. That’s why I’m happy. I’m still going to play R6, but I’ll be at home.


What is it about R6 that makes you want to keep playing?

It’s a really good game. I really love it. I’m really thankful for R6. It gave me my car, my house, I was able to get married. That’s all because of R6, my career. Maybe I’ll become a teacher for other players who want to become pros. I don’t know what will happen now, but I know I’ll be playing R6.


When did you start playing Rainbow Six?

Since 2015. I’ve been playing for four years now.


How did you get involved with the scene?

I started playing Battlefield professionally. But when R6 was released, I was invited to go to California to test it. I just loved it. It was a really nice game. I went back to Brazil and started playing right away.


What did you like about it?

It’s very tactical. It’s a tactical game. You have to use good strategies in order to win a game. You have to think a lot. And you have to think fast. That’s why I love this game.


[image loading]


What is one moment that stands out to you during your time playing on our R6 roster?

When we won Atlantic City [Pro League Year 3 Season 7]. It was the best moment in my career. We were champions, which was really nice. That was our goal at the time, and we did it. So it was a really nice moment. It was a good time. I was just so happy to be representing Team Liquid in this tournament.


How were the practices leading up to this moment? How was the team feeling?

We had a difficult time qualifying. People here in Brazil, they said that we would make it to the finals, but be eliminated after the first match. Everybody was saying that. So we trained so hard. We just wanted to shut up all the people that were telling us we wouldn’t make it. That was our fuel. We were connected in our want to win. We wanted to make them regret these words.


You felt you had a lot to prove.

After we won the first match, we said, ‘Oh my God!’ We knew we had to keep playing that way. And it worked.


[image loading]

Why do you think you guys had so many haters?

I think they were jealous, I don’t know. We had the biggest crowd in Brazil. The other teams were just jealous. They wanted the crowd. They wanted the support that we had.


Did you want to say anything to the fans that have supported and followed you all these years?

I am thankful for all the moments where we worked together and had our fans’ support. But this is not a goodbye. I’ll still be in R6. I’ll actually be more connected with my fans more than ever, on stream, talking on Twitch.


That’s awesome. You have been with your teammates a lot, living with them and practicing with them. How will you feel being away from them?

I will miss those guys. I miss them already. I’ve been home almost two weeks. We are all connected. We played together, ate breakfast and lunch together. We went to the gym together. The good memories we had… Us just laughing… It was good energy that I’ll miss. Moments that I’ll have in my mind my whole life. Keep supporting the boys!


[image loading]


While ZiG has made it quite clear that he will not only continue playing Rainbow Six Siege, but interact and connect with his fans more than ever before, it’s still a big change for ZiG and his team. They spent every day together. Practicing together. Eating together. Improving together.

We spoke with our R6 manager, Rafael ”Rafa” Queiroz, not only about ZiG’s impact on his team, but about the impact of ZiG’s absence.

Why did you enjoy working with Zig?

ZiG is the most professional esports player I have ever worked with. He is a shining example for other players to try to follow. He is not only a very dedicated player, but also an amazing influencer. On the personal side, I consider him as a friend, a very special person. He is honest, passionate and extremely funny. It is impossible to be with ZiG and not have a good time.


What were some of his strengths as an R6 player?

ZiG is a team player, and he never played for himself. It doesn't matter what the team needs, ZiG was always available to do it. Other than that, he is extremely intense, always motivating his teammates and as the most experienced pro player he also makes very smart decisions and has a good reading of the game and the opposite team during a match.


Was there anything he was known for on the team?

I would say that if the team is the engine, ZiG is the fuel for that engine. When he is playing well, he’s motivated, and his mind is good, it is impossible to not get hyped by him. He is a hard worker, the guy that is always pushing the team to the limit and the one that shows he wants to win more than anything. He is a pure competitor.


[image loading]


What is one memory (from outside the game) you have with ZiG that stands out to you?

It is impossible to not get emotional seeing ZiG dealing with his fans. Several times I saw ZiG doing good things for them, helping a few of them when they needed. Donating money, saying a good word, sending keyboards, mice, headsets for those that wants to follow the dream of becoming a pro player and always trying to be positive for them. It is awesome to see all that from behind the scenes and realize that being a good human being is above all things for him.


Any in-game/tournament moments?

Our Atlantic City title was the redemption for him. As he is the most famous player of the team, he is also a big target for the haters. Many times his pro player ability was put in perspective in a negative way from some of the fans, but ZiG always fought hard to be a Champion and people don't know how important he is for the whole team. Seeing him crying, happy and accomplishing the highest level title of his career was amazing.


How do you feel about his retirement?

It is going to be tough to not have him with us day by day. On the other hand, I am pretty happy for him. He finally will be able to be with his family and wife. Being away from them hurts ZiG a lot and I know that this decision wasn't easy to take. When he came to me and said that he couldn't make it anymore I just said: Don’t worry, I will support you and I am sure the team will do it too. So, I am sad to not have this amazing guy with us all the time, but also happy for everything that is about to come in his life, knowing that Liquid and us will always be in his heart.


Writer // Olivia Richman
Translator // José Victor Gimenez






Please log in with your teamliquid.net account to post a comment.
 
League of Legends   Steffan Hagen - Community Fan Feature For our second community fan feature we'd like to introduce everyone to Steffan Hagen. He has been following our League team for a very long time and During MSI he made one of the greatest inspirational speeches we have ever seen.
PUBG   7Teen on Coaching, PEL, and the 4th of July We talked to our PUBG coach 7Teen about his role as coach, what he thinks about the current PEL system, and the 4th of July. We also got him to tell us if he thought a hotdog was a sandwich.